Grupo de Pesquisas Aplicada à Redes de Computadores e Sistemas

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Minha opinião sobre a polêmica PEC 241


PEC 241: A favor ou contra?

Bom, antes de mais nada, expresso minha indignação pessoal com esse Projeto de Emenda à Constituição. No entanto, minha indignação pessoal não pode ser maior do que constatações de situações coletivas.

Enquanto nação, temos muito que avançar.... nossa característica ainda é "olhar para o próprio umbigo". Basta ver ações simples e rotineiras como parar o carro impedindo o uso da rampa de acesso a portadores de necessidades especiais, jogar lixo no chão, mesmo tendo uma lixeira a menos de 5 metros, fumar e jogar o resto do cigarro no chão ou mesmo pela janela do carro, parar em fila dupla "só 1 minutinho" pra deixar ou buscar o filho no colégio.... enfim, sempre olhamos para o nosso bem estar em primeiro lugar.


Pois bem, ingressei no serviço público a 13 anos e antes disso vi meu pai e minha mãe serem servidores públicos federais a vida toda. De novo, como classe (servidores públicos), temos que evoluir muito, portanto, deixando minha indignação pessoal, num exercício de pensar no coletivo, não posso deixar de concordar com essa bendita PEC 241.


Veja, uma hora alguém com uma visão menos assistencialista iria verificar que, do jeito que anda nossos serviços públicos, não há o que fazer a não ser fechar a torneira e tentar ser mais eficiente.


Falando da área onde atuo: educação pública. Como podemos pedir que nós mesmos (sim, porque o dinheiro que vem do governo é seu, meu) continuemos a investir em escolas (falo da rede federal de educação técnica e tecnológica), se a eficiência nossa é algo escandalosamente ruim?


Faça algumas perguntas a você mesmo: Se você fosse dono de uma escola, comprasse laboratórios, contratasse professores, os qualificasse, pagasse a eles RSCs, desse a eles a melhor condição de trabalho possível (trabalhar 12, 16, 20 horas por semana e receber por 40)..... neste cenário, você admitiria turmas que começam com 30 estudantes e que, depois de 1 semestre, tem apenas 4? 


Você admitiria um funcionário seu alegar constrangimento porque você está verificando/medindo a eficiência e qualidade do trabalho dele?


Você admitiria não formar pessoas preparadas para suprir as necessidades da sociedade? 


Você consideraria a possibilidade de não servir de suporte a cada cidadão matriculado em seus cursos para que alcancem seus sonhos profissionais?


Bom, se a sua resposta foi sim, então pode ser que você já possua o espírito do funcionalismo público brasileiro (pense mais em você do que no coletivo - aí tem que ser contra a PEC mesmo). Caso contrário, você ainda não foi contaminado, daí poderá refletir, sem paixão sobre a bendita PEC 241.


A coerência é um valor que ou você adota em sua vida ou não adota. Eu resolvi adotar! Mesmo antes do troca de governo que afirmava que tínhamos que agir como nação, não adianta termos situação e oposição brigando por projetos de poder, precisamos de união e espírito público para discutir, com uma nação, o que queremos para nós e nossos filhos. 


Bom, daí mudou o governo, não fomos capazes de fazer nosso dever de casa sem essa bagunça política... pois bem, que sejamos capazes agora, vamos responder à PEC trabalhando com eficiência, prestando um serviço de melhor qualidade e, principalmente, nós que somos mais velhos, temos que garantir aos mais novos o legítimo direito de pensar sozinhos.... não utilizemos nossos estudantes como massa de manobra política.


Abraços a todos!


   3 comentários :

  1. Finalmente um professor sensato.
    Assino em baixo.

    ResponderExcluir
  2. Tem todo meu apoio Professor, precisamos entender nosso contexto e agir com responsabilidade.

    ResponderExcluir
  3. Professor Claudio, acompanho as vossas aulas desde a Unitins, ontem achei o seu canal no youtube. Quanto a pec 241 aqui no Estado do Paraná o governo não gosta muito de funcionalismo público; pois ele contrata milhares de servidores pelo processo seletivo PSS, HOJE talvez seja um solução para esta crise financeira no País, Mas sempre sobre para o coitado do trabalhador.
    MARCIO ANTONIO GONÇALVES DOS SANTOS
    http://3wbrasilsiteslojavirtual.livreh.com

    ResponderExcluir

Comente o que achou desta postagem

Receba Novidades no Email

Grupo de Pesquisas Aplicada à Redes de Computadores e Sistemas

gredes.jpg

Curta a Página

Canal do CCM - Youtube

Google+